14 janeiro 2011

Miss Bélgica cria polêmica entre as duas partes do país

Valões reclamam que vencedora, de origem flamenga, foi privilegiada
Do R7

Benoît Doppagne/10.01.2011/AFPBenoît Doppagne/10.01.2011/AFP
Miss Bélgica 2011, Justine De Jonckheere é pretexto para mais discórdia entre flamengos e valões

Publicidade
O concurso de Miss Bélgica não ficou imune às polêmicas separatistas do país. Após a 11ª tentativa de formar um governo e o rebaixamento da Bélgica em indicadores de confiabilidade, a eleição de Justine De Jonckheere, de 18 anos, dividiu o país, informou o jornal parisiense Le Monde.
As candidatas da região da Valônia, que fala francês e pode ser um país independente caso a Bélgica se divida, disseram que foram preteridas em relação à candidata da cidade de Wevelgrem, em Flandres, a região que fala holandês.
As concorrentes da Valônia disseram que a eleição apenas legitimou uma escolha que já havia sido feita. Além disso, reclamaram que, no pódio, as outras três das quatro melhor colocadas eram de Flandres.
A organizadora do concurso, Darline Devos, que é flamenga, disse que não houve injustiça e que a escolha dos juízes refletiu a diversidade do país.

A miss Liège chegou a registrar uma queixa oficial contra o concurso. A rede de TV francófona RTL-TVi, que tradicionalmente transmite o concurso, cogita revogar o contrato com os organizadores por questões de “legitimidade”.
Já Justine disse que tudo não passa de ciúme de rival.
A Bélgica registra mais de 200 dias de crise, desde que o governo do primeiro-ministro Yves Leterme pediu demissão. O rei aceitou, mas os principais partidos do país não chegaram até o momento a um acordo sobre uma nova formação para administrar a Bélgica.

http://noticias.r7.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quantos?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.



Blog criado em 8.8.05. Contagem de visitas desde 19.08.07